Todos se comovem com a narração da história de São José percorrendo a cidade de Belém de Judá, à procura de um teto onde a Virgem Maria pudesse se instalar e dar à luz seu Filho Jesus. Ele vai de porta em porta, recebendo de todos, uma recusa fria, e às vezes desconfiada:

      
– Não, aqui não há lugar!

Cheio de aflição, José se lembra de uma gruta na qual costumava brincar quando criança. Leva logo Maria para lá. E é nessa gruta que nasce o Menino Jesus, Salvador da humanidade!

O Apostolado do Oratório, visa prestar à Virgem Mãe de Deus o mesmo serviço que lhe prestou outrora São José em Belém. Ou seja, através de coordenadores escolhidos, percorre as cidades, de casa em casa, perguntando:


       
 – Você quer receber Nossa Senhora em seu lar, um dia por mês, para aí nascer seu Filho Jesus?

E em nosso País, bem ao contrário do que aconteceu em Belém de Judá, a resposta de milhares de famílias tem sido:


– Sim, quero!
 
Em todas as casas que lhe abrem as portas, o Oratório do Imaculado Coração de Maria entra como um raio de sol, iluminando as mentes e afervorando os corações.

E no dia 30 de agosto passado, mais um oratório do Imaculado Coração de Maria se somou aos 150 outros que peregrinam a Capital Mato-grossense, desta vez no bairro Santa Amália.
 

O Diácono Max Adriano deu uma breve explicação sobre a importância de deste apostolado e de como é bela a missão de levar a Devoção do Imaculado Coração de Maria aos lares mais necessitados.

Após a palestra realizou-se a Solene coroação da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, e a recitação do santo terço em desagravo aos pecados que ofendem o Imaculado Coração de Maria.
 



 

 
 
 
 

DEIXE UM COMENTÁRIO