Não houve quem não se comovesse com o belo testemunho, a jovem Camila, embora já formada em engenharia, tinha ainda uma interrogação em sua vida: Qual será o meu caminho? Depois de uma estadia no Mosteiro das Clarissas em Araputanga, teve a sua vocação muito clara: ser religiosa.

A Missa de envio foi realizada no Salão da casa dos Arautos do Evangelho em Cuiabá, com alegria os familiares e todos os presentes lhe desejavam todo o bem no caminho que escolhera, por sua vez, ela prometia orações e distribuía bons conselhos.

O Pe Carlos Eduardo concelebrou juntamente com o Pe Mauricio Sucena, dois sacerdotes que tiveram grande influência no discernimento vocacional da Irmã Camila. Tendo ganhado como presente livros de orações, a Liturgia das Horas, agradeceu e com muito afeto prometeu guardar todos em sua lembrança.

Para nossos dias, foi uma demonstração do quanto Deus e sua Santa Mãe continuam a chamar almas para seu serviço, vocação quer dizer chamado, Ele é quem chama. Fica assim, ecoando em nossos ouvidos, aquelas divinas palavras: “Não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi.”(Jo 15,19) “Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça.”(Jo 15,16)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO